segunda-feira, 28 de outubro de 2013

MGS humilha trabalhadores e população mineira


Mesmo com o Edital do Concurso Público da Empresa Pública MGS, tendo sido publicado a poucas semanas, continuam as demissões e a situação absurda em que se encontra os trabalhadores no famigerado Quadro de apoio da Empresa. A direção da MGS se cala, ao passo que os trabalhadores estão recebendo por correio as cartas de demissão, num total desrespeito a qualquer trabalhador, sobretudo aqueles que passaram em um concurso público. Mas os absurdos não param por aí. O posto de identificação de Diamantina foi bastante prejudicado e sofre as conseqüências das demissões em massa da empresa pública. 

Essas demissões causam um verdadeiro caos em quase todos os setores públicos do estado de Minas Gerais, a paralisação total da identificação de Diamantina é um reflexo da inflexibilidade que governa com mãos de ferro, onde o povo sofre todas as conseqüências e paga o pato. Essas demissões são arbitrarias e ferem a constituição civil. O posto Psiu em Diamantina recebe varias pessoas por dia pra confeccionar os documentos, quando elas recebem a notícia de que o posto não funciona mais é muito triste, e sofrido para o publico carente que procura por atendimento. Assim a única maneira de confeccionar o documento é indo para Curvelo, cidade a 100KM de Diamantina. Os mais carentes ficam sem retirar o documento. Assim a MGS trata de forma desumana seus empregados públicos. Não há nenhuma informação sobre o que está acontecendo. Em nenhum setor a MGS deixa um funcionário que seja para explicar os motivos das demissões em massa, ainda que só explicar os motivos seja muito pouco, deixando a cargo dos servidores estatutários que mal sabem da real situação. 

Desta forma os trabalhadores fazem seu serviço sem saber se serão ou não demitidos no dia seguinte, sofrendo uma pressão absurda, sendo impossível planejar suas próprias vidas, não há quem trabalhe motivado sob esta tensão. Sofrendo esta tortura psicológica os empregados públicos da MGS trabalham dia pós dia. Isso vai acabar. A luta continua e também não há quem desista dela!

Renato Campos
Movimento Luta de Classes - Minas Gerais

2 comentários:

O povo tem q revoltar é uma falta de respeito isso tudo!!greve geral!!!

Estamos teno dificuldade para dar entrada no seguro desemprego. No ministerio do trabalho eles estao exigindo um documento que comprove que eramos concursado da empresa MGS. Entrei em contato com a empresa ela encaminhou uma declaração informando ser concursado, data do concurso e periodo de permanencia na empresa. Novamente foi negado no ministerio do trabalhao, eles alegam que tem que ter um documento denomidado ato de posse, creio que seja algo relacionado a publicação em diario oficial. Porem ta complicado para conseguir este documento e a empresa não esta ajudando muito. O problema é que o prazo de entrar com documentação ja esta expirando e corre o risco de perdermos o direito do beneficio. Quem tiver alguma sugestão de como resolver este problema favor dar uma ideia ai.

Postar um comentário