quarta-feira, 27 de maio de 2015

Todos à paralisação nacional no dia 29 de Maio!


Centrais sindicais convocaram os sindicatos e categorias para realizarem a paralisação nacional rumo a greve geral no dia 29 de Maio. Esta paralisação é muito importante para lutarmos contra os ataques que os patrões nos fazem com o PL da terceirização. Como sabemos, este projeto de lei regulamenta a exploração e a retirada de direitos que a terceirização exerce em toda classe trabalhadora brasileira.
A terceirização reduzirá em no mínimo 25% os salários no país, havendo demissão em massa e recontratação pela empresas terceirizadas. Como se não bastasse o projeto empobrecer os trabalhadores e trabalhadoras brasileiras, ainda aumentará o número de mortes no local de trabalho, pois hoje, a cada 5 acidentes fatais, 4 são de terceirizados. Para piorar a maioria de trabalhos considerados análogos a escravidão, foram identificados em empresas terceirizadas. E como os ataques são muitos, estão sobre nossas costas o peso das medidas provisórias 664 e 665 que restringem nossos direitos. O ajuste fiscal significa arrocho de direitos trabalhistas, isso não podemos aceitar.
Não nos resta outra opção a não ser paralisar o trabalho e ocupar às ruas na sexta feira,dia 29 de maio, para exigirmos o retirada deste projeto que não oferece nada de bom para a maioria do povo brasileiro, e tudo de bom para um punhadinho de magnadas que se organizam na Confederação Nacional da Industria, Federação dos Banqueiros e Fiesp, além de exigirmos que os patrões paguem pela crise, taxando as grandes fortunas! Apenas uma paralisação nacional pode derrubar esse ataque e construir uma greve geral.
Por isso o Movimento Luta de Classes, MLC, conclama os trabalhadores e as trabalhadoras do Brasil a aderirem à paralisação contra o projeto de lei da terceirização, parar tudo dia 29 e mostrar aos patrões quem verdadeiramente produz as riquezas nesse país.

Renato Amaral
Coordenação Nacional do MLC

0 comentários:

Postar um comentário