quarta-feira, 17 de junho de 2015

Metroviários de BH deflagam estado de greve



Metroviários de Belo Horizonte decidiram ontem, terça feira, deflagar o estado de greve, como forma de pressionar a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) a dar uma resposta decente aos trabalhadores e trabalhadoras do setor. Haverá outra assembleia no dia 2 de julho para definir se entrará em greve.
Atualmente, a proposta da CBTU é oferecer um aumento de 5%, ou seja, abaixo da inflação do período que chega à 8,6%. Assim a proposta é perda de valor de compra. Como se não bastasse houve rescentemente um aumento no custo do plano de saúde, reduzindo ainda mais os ganhos econômicos dos trabalhadores.
A Categoria metroviária de Belo Horizonte, tem se tornado vanguarda nas lutas da pautas trabalhistas no estado. Demonstrou força em ter sido a única categoria que paralisou em 100% suas atividades no dia 29 de Maio, quando centrais sindicais e movimentos convocaram a paralisação nacional. Outra importante ação foi o envio de dezenas de metroviários e metroviárias a Brasília, para entregar cartas aos senadores para vetarem a lei da terceirização, que ainda está tramitando.
Além disso enfrentam a todo instante as ameaças de privatização do metrô e seu repasse ao estado. Com a estadualização o goveno de Minas Gerais e prefeituras da Região Metropolitana de Belo Horizonte, fariam um projeto de ampliação na forma de parceria público privada (PPP), o que aumentariam os custos da passagens e reduziria os direitos dos trabalhadores, como forma de gerar lucros aos magnatas do transporte. No entanto, esta proposta ainda está no campo das ameaças, segue a luta do sindicatos e de movimentos sociais por um transporte público e a baixos custos à população.
Com a deflagração do estado de greve,a categoria se mostra, mais uma vez, preparada e disposta à luta.


Movimento Luta de Classes - MG

0 comentários:

Postar um comentário