sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Governo Golpista propõe idade mínima de 65 anos para se aposentar!


Temer no governo é a alegria dos banqueiros e patrões
 Com o golpe ratificado pelo senado, o governo ilegítimo de Michel Temer, mostra suas garras contra a classe trabalhadora. A proposta agora é da implantação de uma idade mínima de 65 anos para a aposentadoria tanto para homens como para mulheres. Para o governo Temer, essa é a única possibilidade de igualdade entre homens e mulheres, a de forçar o aumento de trabalho. A proposta de reforma da Previdência Social já está pronta e caberá a Temer decidir quando enviar para o Congresso Nacional.

Pela proposta, tanto os servidores públicos quando os trabalhadores da iniciativa privada só poderão se aposentar aos 65 anos de idade. A nova regra só valerá, caso aprovada pelo Congresso, para os trabalhadores com menos de 50 anos.Quem tem mais de 50 anos, ficaria submetido ao regime atual, mas teria de pagar um “pedágio” proporcional ao tempo que falta para a aposentadoria.

De acordo com o texto, mulheres e professores teriam um tratamento diferenciado.

Para eles, a idade de transição não seria de 50 anos, mas 45. Ou seja, a regra valerá para aqueles que ainda não completaram 45 anos.

O tempo de contribuição, pela proposta, teria peso para o valor do benefício.

Atualmente, não há idade mínima para aposentadoria.Para receber a aposentadoria integral, o homem tem de ter contribuído com a Previdência por 35 anos ou a soma de sua idade mais o tempo de contribuição tem de ser 95 anos. No caso das mulheres, são 30 anos de contribuição ou 85 anos, se somados o tempo de contribuição e a idade.

Governo explica
O ministro-chefe da Casa Civil do governo golpista, Eliseu Padilha, já anunciou que o ponto de partida do governo é convencer a sociedade da urgência da reforma previdenciária. O falso discurso de uma previdência quebrada é o principal argumento dos golpistas para aprovar a reforma.

Disse ainda, “No primeiro sistema previdenciário de 1934 do governo do presidente [Getúlio] Vargas, a idade mínima era 65 anos e a espectativa de vida era menor". Esta é a prova de que o governo Temer quer retroceder os direitos trabalhistas de antes da CLT. Vamos preparar a ressitência, o golpe é contra os trabalhadores!

Movimento Luta de Classes - MLC
fonte: G1

1 comentários:

Quando Dilma assumiu em 2015 fez algumas mudanças nas leis trabalhistas e previdenciárias. Por que vocês não falaram nada? Uma coisa é certa...o problema não é a reforma e sim quem está fazendo a reforma. Se fosse o PT ou algum aliado dele vocês estariam caladinhos.

Postar um comentário